Skip to content Skip to footer

Então Será Como Já Foi?

A Mesma Potestade, Uma Nova Sodoma…

ANTES DE PROSSEGUIR, POR FAVOR, VEJA ESSA IMPORTANTE INFORMAÇÃO

OBRIGADO PELA ATENÇÃO. ABAIXO ESTÁ O CONTEÚDO QUE BUSCOU:

Vamos falar um pouco sobre a primeira potestade a ser extremamente bem sucedida por, pouco após a interdição de Babel e o espalhamento mundial de humanos e espíritos, ter conseguido influenciar e dominar um grande número de pessoas, especialmente o povo de duas cidades, Sodoma e Gomorra.

Para isso, criei uma nova categoria de conteúdo chamada “Teophilando”, cujo conteúdo vai estar ao redor das Escrituras, mas sem sair do “Conjunto Verdade“, especulando sobre as possibilidades de interpretação e os detalhes que podem ter sido ignorados pelas mais diversas razões.

A noite estava caindo, quando os dois anjos chegaram a Sodoma, Ló estava sentado à porta da cidade.
Logo que os viu, Ló se levantou ao seu encontro e prostrou-se com a face por terra e suplicou:
“Eu vos peço, meus senhores! Descei à casa de vosso servo para aí passardes a noite e lavardes os pés; de manhã retomareis vosso caminho”.
Contudo, eles contestaram:
“Não, nós passaremos a noite na praça!”
Todavia Ló insistiu tanto, que eles aceitaram o veemente convite e seguiram com ele para sua casa e entraram: Ló preparou-lhes uma refeição, fez questão de que se alimentassem de pães asmos, e eles comeram.

Eles não tinham ainda deitado, quando a casa foi cercada pelos homens da cidade, os homens de Sodoma, desde jovens até velhos, todo o povo, sem exceção.
Chamaram Ló e lhe ordenaram:
“Onde estão os homens que vieram para a tua casa esta noite? Traze-os aqui fora para que tenhamos relações sexuais com eles!”
Então Ló saiu para conversar com aqueles homens.
Fechou bem a porta atrás de si, e rogou-lhes:
“Por favor, meus amigos! Não cometais essa perversidade! Ouvi: tenho duas filhas que ainda são virgens; eu vo-las trarei. Fazei-lhes o que bem vos parecer, mas a estes homens nada façais, porque se encontram sob a proteção do meu teto”.
“Retira-te daí!” − esbravejaram eles.
E alegavam furiosamente:
“Este homem é um simples estrangeiro, veio morar entre nós e já pretende ser juiz em tudo? A ti, pois, faremos ainda pior do que a eles!”
Em seguida, empurraram Ló com violência e avançaram para arrombar a porta.

Nesse instante, os dois visitantes agarraram Ló, puxaram-no para dentro da casa e fecharam a porta.
Em seguida feriram de cegueira todos os homens, tanto os moços como os idosos, que estavam do lado de fora;
e eles não conseguiram sequer encontrar mais a porta da casa.

(Gênesis 19:1-11 – KJA)

PROFUNDA DEGENERAÇÃO SOCIAL

Cresci aceitando sem questionar e muitos ainda pensam aquelas cidades foram destruídas por causa da homossexualidade, mas ao reler essa passagem uma pergunta óbvia me ocorreu: como pode TODO O POVO, SEM EXCEÇÃO de uma cidade ser formado apenas por homens?
A começar pelas relação entre natalidade e mortalidade e considerando que as mulheres não fossem contadas como parte de “todo o povo, sem exceção”, ainda assim elas existiam naquela realidade e, mesmo que não presentes, podem ser consideradas como tacitamente coniventes com a situação descrita nas Escrituras que era nada menos que a proposta de uma orgia municipal…

Ora, as pessoas que viviam em Sodoma eram extremamente malignas e praticavam pecados horríveis contra o SENHOR.

(Gênesis 13:13 – KJA)

Tal qual o falacioso argumento de que “a natureza, supostamente perfeita, pode ser integralmente consumida e reproduzida por nós”, ao contrário do que alegam muitos dos modernos “sábios” liberais, as Escrituras registram que tal comportamento depravado não era “comum daquela era” muito menos adotado como prática por toda a humanidade.

A LEI DO MAL

Outro ponto a ser observado em consequência disso é que se TODOS — inclusive executivo, legislativo e judiciário… — estavam ali na mais perfeita concordância e total harmonia, então as leis locais não apenas permitiam tamanha obscenidade, mas podemos desconfiar que inclusive ESTABELECIAM e até INCENTIVAVAM tais práticas!

Obviamente não testemunhei como o mal dominou Sodoma, mas qualquer pessoa com mais de 30 anos pode lembrar que, no Brasil, coisas que se iniciaram como insinuações humorísticas de Dedé Santana n’Os Trapalhões das noites de domingo dos anos 1970 se tornaram lugar comum no humor dos anos 80; então veio o “orgulho” para alistar e construir celebridades durante os anos 90 e, na virada do milênio, passando a exigir respeito… até se estabelecer em forma de leis contra qualquer um que não os chame do modo que querem ou não os veja como bem humorados seres da mais pura candura…
Não se assombrem, pois logo, tal qual ocorreu com Ló, terão até amparo de força policial para se reunir em frente às casas e prender por “intolerância” qualquer um que não se permita possuir.

Então ele me deu o seguinte esclarecimento:
‘O quarto animal é um quarto reino que surgirá na terra.
Será diferente de todos os outros reinos passados, e devorará com avidez a terra inteira,
despedaçando e pisoteando povos e nações.
Quanto aos dez chifres, dez reis se levantarão daquele mesmo reino;
e depois deles se levantará outro, que será diferente dos primeiros e humilhará três dos dez reis.
Esse reino diferente falará contra o Supremo, oprimirá os seus santos e tentará alterar o calendário, as festas religiosas e as leis.
Então, os santos serão entregues nas mãos dele por um tempo, dois tempos e metade de um tempo.

(Daniel 7:23-25 – KJA)

A verdade é que se faz necessário que o mal domine essa realidade para que se cumpra o quadro profético e se estabeleça o reinado do anticristo que, por sinal, até terá poder para oprimir os verdadeiros santos… e, por favor, nunca confunda os verdadeiros santos cristãos com esses covardes energúmenos que se revestem com aparência de piedade para pregar um “amor” que não encontra respaldo algum nas Escrituras, pelo contrário:

QUER CONHECER FATOS QUE COMPROVAM A PASSAGEM AO LADO?

O TERMÔMETRO DO FIM

Sabe, entretanto, disto: nos últimos dias sobrevirão tempos terríveis.
Os homens amarão a si mesmos, serão ainda mais gananciosos, arrogantes, presunçosos, blasfemos, sem respeito para com os pais, ingratos, ímpios, sem amor, incapazes de perdoar, caluniadores, sem domínio próprio, cruéis, inimigos do bem, traidores, inconsequentes, orgulhosos, mais amigos dos prazeres do que amigos de Deus, com aparência de piedade, todavia negando o seu real poder.
Afasta-te, portanto, desses também.

(2 Timóteo 3:1-5 – KJA)

Agora as prostitutas são tornadas em celebridades e o avanço do mal não se restringe às práticas sexuais: estamos testemunhando uma operação tão engenhosa que até mesmo crimes outrora passíveis de morte não apenas estão sendo absolvidos e tornados em “atos comuns”, mas vemos os próprios criminosos, pelo poder de Mamom, financiando e estabelecendo juízes, governantes e diversas autoridades sob seu evidente comando.

De fato ainda há muitos que não se entregaram — ao menos não aberta e totalmente — às praticas malignas e, nos moldes das absolutamente inúteis “marchas para Gezuz”, tentam se unir para expor sua resistência através de palavras de ordem:

É incrível como os manifestantes não são capazes de entender que ao AGIR DENTRO DAS REGRAS continuarão sendo ignorados, mas caso decidam, para impor sua vontade, AGIR FORA DAS REGRAS… acabarão por se tornar o próprio mal contra o qual estão tentando lutar.

Porquanto, nossa luta não é contra seres humanos, e sim contra principados e potestades,
contra os dominadores deste sistema mundial em trevas,
contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais.

(Efésios 6:12 – KJA)

Recentemente pudemos testemunhar eventos grandiosos em prol do “voto impresso” que, supostamente, é capaz de revestir com credibilidade a próxima escolha do “César da vez”… triste foi constatar tantos alegados cristãos envolvidos e se esquecendo do evento profético apresentado nas Escrituras:

E aconteceu que observei saírem da boca do Dragão, da boca da Besta e da boca do Falso profeta três espíritos imundos semelhantes a rãs;
ora, são espíritos de demônios que realizam sinais miraculosos;
eles vão aos reis de todo mundo, a fim de reuni-los para a batalha do grande Dia do Deus Todo-Poderoso.

(Apocalipse 16:13-14 – KJA)

De fato, admito que não ficaria assustado de, por serem todos anfíbios, rãs facilmente entrarem em entendimento com certo sapo barbudo, mas para palavra profética simplesmente NÃO HÁ EXCEÇÕES: ao César que na ocasião tiver sido entronizado — por voto impresso ou não — só restará cumprir a profecia!
Deus não é mentiroso.

A DIVINDADE DA VEZ

Há indivíduos se comportando tal qual demônios em todas as oportunidades: quando praticam algo, por maior que seja a torpeza, é sempre tido como engraçado, libertário e genial; porém quando frustrados ou, pior, pagos na mesma moeda… aí é o genocídio que porá fim à sociedade!
São esses os arautos do anticristo e, por isso mesmo, inevitáveis: essa tal democracia não passa de ilusão e, apesar de obscuro para muitos, é necessário entender que se até entre os 12 de Cristo houve um Iscariotes, quem somos nós — militares, religiosos… — para conseguir evitar tal infiltração?

Como no xadrez, os peões do inimigo estão arraigados entre nós e ávidos para “romper com sistema” crendo que isto irá revolucionar o mundo quando, na verdade, apenas se estará concretizando a antiga profecia sobre o reinado do anticristo que em hipótese alguma será / foi construído da noite para o dia.

O deus desta presente era perversa cegou o entendimento dos descrentes, a fim de que não vejam a luz do Evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus.

(2 Coríntios 4:4 – KJA)

Na ordem, é necessário observar em primeiro lugar que a palavra “deus”, com inicial minúscula, é uma clara referência a qualquer outra entidade que não o Deus Supremo e Criador do universo.
Em seguida cabe considerar que “o deus desta presente era” pode ser diferente do deus da era passada ou da era futura, sabendo que inevitavelmente o último falso deus a estabelecer reinado antes d’O Legítimo Senhor… será o anticristo que, provavelmente e não por acaso, também foi o primeiro a atuar, em simbiose com Ninrode, lá em Babel.

POTESTADES

Sugiro a leitura de “A Origem Dos Espíritos“, pois o fato é que as entidades não humanas, inclusive as que se rebelaram, foram formadas, desde seu primeiro instante de consciência, sob uma rígida hierarquia de exército e com um decreto — ou ordem — estabelecido pelo próprio Deus e cujo descumprimento lhes é impossível.
Isto não apenas nos permite imaginar “turnos” de “deuses” que influenciaram a humanidade através das eras, mas — dada a facilidade com que uma mesma entidade espiritual pode se apresentar a determinado público, temporal ou geograficamente, usando diversas identidades — também supor que um mesmo espírito, por não sofrer os mesmos efeitos da passagem do tempo sobre os homens, possa ter ocupado esse “posto de serviço” em mais de uma oportunidade.

Observando algumas características e apesar de não constar uma identificação explícita nas Escrituras, muito provavelmente a “entidade da vez” em Sodoma e Gomorra tenha sido a mesma que se apresentou aos gregos, séculos mais tarde, como Afrodite e, mais recentemente (no início do século 20) se reinventou como Pombagira, o “deus deste século”, que dentro em breve deve estar passando o serviço ao Dragão
Nos mesmos moldes Ares virou São Jorge que, ao mesmo tempo, é Ogum.
Netuno lançou mão das peculiaridades espirituais para se tornar Iemanjá e todos os que influencia buscam imitá-lo e creem poder ser “transexuais”…
Pã tirou as patas de cabrito para colocar o chapéu do Michael Jackson e passar a se apresentar como Zé Pelintra!

Sabendo que o número de seres espirituais existente e da ordem de “milhares de milhares“, também é possível desconfiar que muitas entidades subalternas possam usar o expediente de emular seus superiores.
Pela perspectiva dos estudiosos humanos alguns desses casos são chamados de “sincretismo“, mas até mesmo isso pode ser uma das coisas permitidas por Deus para confundir os sábios deste mundo…


A humanidade, tendo sua percepção limitada ao espectro material, se permite fascinar e parece ter pré-disposição para crer em qualquer coisa afirmada por espíritos, não considerando que os espíritos em rebelião são capazes de fazer qualquer coisa para mantê-los afastados de Deus e da fé verdadeira: esconder suas reais identidades e metas é apenas o mais óbvio!
Apesar de limitado, seu poder lhes permite desde a personificação emulada de pessoas mortas até a ilusão de encontro com seres extraterrestres…

Na verdade, pouco valor há no aprofundamento em tais minúcias para um genuíno servo do Deus Vivo, pois não precisamos tomar conhecimento de nenhum outro além do Espírito Santo que em nós habita e em hipótese alguma deixa a “casa vazia”!

CONHEÇA ALGUMAS CARACTERÍSTICAS DO ESPÍRITO SANTO REVELADAS NAS ESCRITURAS

NADA DO QUE FOI SERÁ DE NOVO DO JEITO QUE JÁ FOI UM DIA…

Observemos Babel, cujo rei Ninrode, bisneto de Noé pela linha de Cão, atuava sob inspiração do próprio inspirador da rebelião espiritual celeste e terrena: evoluiu sua civilização de modo que foi necessário seu súbito esvaziamento.

Por isso ficou conhecida como Babel,
porquanto ali o SENHOR confundiu a língua de todo o mundo.
E, assim, desde a Babilônia, o SENHOR dispersou a humanidade sobre a face da terra.

(Gênesis 11:9 – KJA)

Observemos Sodoma, sem rei nem potestade evidenciados nas Escrituras, cujo desenvolvimento sob influência de uma potestade tão obscena e maligna estabeleceu uma estrutura — local, população, sistemas (legislativo, judiciário, executivo, educacional, social) — tão irreconciliável com o bem que precisou ser extirpada pelo fogo.

Ó Babilônia, a pérola dos reinos da terra,
o esplendor e adorno do orgulho dos caldeus,
será arrasada por Deus, à semelhança de Sodoma e Gomorra, que foram reduzidas às cinzas.

(Isaías 13:19 – KJA)

Através da história, a Babilônia transcendeu a mera expectativa de localização geográfica para se tornar um conceito que podemos definir como “estrutura de concentração humana em oposição às determinações de Deus”.
Aquele que desde o início foi colocado diante dos reis da terra vem, por milênios, trabalhando com sagacidade para usar qualquer criatura humana, independente de suas afinidades religiosas e políticas, como ferramenta de rebelião — individual ou massiva — contra o Criador:

Por que os gentios se amotinam e os povos intrigam em vão?
Os reis da terra preparam seus ardis e, unidos, os governantes conspiram contra o SENHOR e contra o seu Cristo, proclamando:
“Façamos em pedaços os seus laços, sacudamos para longe de nós seus vínculos!”

(Salmos 2:1-3 – KJA)

LEGIÕES

Desde que escrevi “Legião de Energúmenos” — para alertar como as próprias empresas eclesiásticas têm sido ferramentas de expansão aos domínios de Satanás —, eventualmente acabo tendo de refletir sobre a densidade demográfica e possíveis modelos de operação das possessões: os “clássicos” endemoniados, geralmente relacionados ao âmbito religioso, são apenas a fina camada visível e identificável, flutuando sobre o profundo controle que as trevas já conquistaram sobre a raça humana.

Se todos os possessos passassem por um episódio clássico de manifestação, muitos imediatamente iriam repudiar seus caminhos e, através do arrependimento, buscar conhecimento da Verdade e reconciliação com Deus.
Sabendo disso, de forma parecida àquela com que hackers invadem um computador, o adversário desenvolveu muitos e diversificados mecanismos para implantação de seu “vírus”, bastando, para isso, que a máquina não esteja rodando o 100% genuíno e único Espírito Santo.

John Carew Eccles, Nobel de Medicina em 1963
por estudos sobre sinapses cerebrais.

It would appear that it [the brain] is the sort of machine a “ghost” could operate, if by ghost we mean in the first place an “agent” whose action has escaped detection even by the most delicate physical instruments.
(Parece que [o cérebro] é o tipo de máquina que um “fantasma” poderia operar, se por fantasma entendermos em primeiro lugar um “agente” cuja ação escapou à detecção mesmo pelos mais delicados instrumentos físicos.)

Na série “Possessões” abordei os métodos emocionais e psicológicos de possessão, mas o “backdoor” principal é sempre a alteração do estado natural de consciência, seja ela causada pelas mais diversas substâncias (álcool, drogas…), por técnicas deliberadamente intencionais (geralmente ligadas à “meditação”) ou por quaisquer estímulos físicos incomuns ou desaconselháveis.

Linhas acima comparei o aparelhamento crônico de toda estrutura social à ação de Judas Iscariotes, mas este — solitário e incapaz de crer no perdão d’Aquele contra quem reconheceu ter cometido seu gravíssimo erro — teve escrúpulos para dar cabo de seu legado.
A passagem a seguir apresenta com perfeição tanto Judas quanto o modelo de funcionamento das ideologias vermelhas:

Mas um de seus discípulos, Judas Iscariotes, filho de Simão, que mais tarde iria traí-lo, objetou:
“Por que este bálsamo perfumado não foi vendido por trezentos denários e dado aos pobres?”
Ele não disse isso por se importar com os pobres, mas porque era ladrão;
sendo responsável pela bolsa de dinheiro, frequentemente tirava o que nela era depositado.

(João 12:4-6 – KJA)
Os Iscariotes de hoje compõem (ou são controlados por) uma entidade virtual que, materializada através de milhões de energúmenos com atuação pontual, continua vivendo na ilusão de que — ao conseguir vender o perfume e os bens alheios para distribuir (o que não for surrupiado do total) entre os pobres — irá construir uma realidade igualitária…

De fato, estamos no limiar de vê-los alcançar o sucesso e nivelar o mundo inteiro pela miséria material, moral e espiritual.

Da mesma forma, quem for fiel ao Senhor Deus em hipótese alguma deve se render ao mal, porém compreender que não é sua culpa que esteja ocorrendo o inevitável: o dia do juízo se aproxima e, definitivamente, nele não haverá ciência nem democracia.

O DEUS DESTA ERA

Diante de todas as informações apresentadas acima, me permitam “teophilar” dentro do conjunto verdade e reconhecer que a potestade que atualmente rege a sociedade mundial é exatamente a mesma que controlava a cidade de Sodoma e está fazendo uso de todas as técnicas e recursos que dominou através da história humana: outras podem ter reinado entre Babel e Sodoma, mas ela foi a segunda a obter grande destaque e, no ciclo de tipos que imita a Menorá, pode estar sendo a penúltima.

Como mencionei inicialmente, os principais pecados impulsionados por ela podem não ser os de caráter sexual, mas a vaidade (ou orgulho) de humanos se crendo como entidades tão superiores e inquestionáveis que passam a desejar até suas mais abomináveis práticas não apenas aceitas, mas impostas — por lei e com penalidade a qualquer oposição — à toda a sociedade!

Talvez pelo orgulho — por se enxergarem tão corretos e superiores — que o povo de Sodoma achou natural a imposição de suas práticas até mesmo aos anjos;
Talvez pelo orgulho — por se enxergarem sempre como os primeiros em tudo — que o povo de Sodoma foi criticado por sua falta de hospitalidade e o da atualidade se faça de vítima diante de quaisquer críticas e busque punir discordantes com alegações de “intolerância” ou “fobias”;

Talvez pelo orgulho — por colocar a beleza física acima da moral e espiritual — que estejamos diante da geração com as maiores prostitutas da história, que não se limitam às relações individuais, mas corrompem milhares de uma só vez ao expor suas carnes através de câmeras e, estupidamente dizendo “só Deus pode me julgar”, são até capazes de utilizar passagens Bíblicas para ilustrar a exposição de seus corpos!
(Fica a sugestão para que, além da passagem ao lado, usem Provérbios 9:13-18 ou 13:22…)

Porquanto os lábios da mulher imoral são sedutores e destilam mel;
sua voz é mais suave que o azeite,
contudo, no final é amarga como fel,
afiada como uma espada de dois gumes.
Seus pés correm para a morte;
seus passos conduzem-na diretamente ao inferno.

(Provérbios 5:3-5 – KJA)

Talvez pelo orgulho
e pela covardia de se arrepender
e pela preguiça de abandonar suas más práticas
e pela conveniência de se tornar celebridade a despeito de estar influenciando pessoas a seguir sua podridão
e pela ganância dos benefícios recebidos pelo destaque de se tornar cada vez pior.
Talvez até sintam, mas pelo orgulho são incapazes de reconhecer seus próprios erros, abrir mão das vantagens e buscar sincera reconciliação diante do Deus que, por sinal, já sabia e mandou registrar que esse tempo chegaria:

Porquanto, certos indivíduos, cuja condenação já estava sentenciada há muito tempo, infiltraram-se em vossa congregação com toda espécie de falsidades.
Essas pessoas são ímpias e adulteraram a graça de nosso Deus em libertinagem e negam Jesus Cristo, nosso único Soberano e Senhor.
(…)
De maneira semelhante a estes, Sodoma e Gomorra e as cidades circunvizinhas entregaram-se à imoralidade e a todo tipo de depravação sexual.
Estando sob o castigo do fogo eterno, essas cidades nos servem de exemplo.
Ora, estes, da mesma forma, como alucinados inconsequentes, não apenas contaminam o próprio corpo, mas rejeitam toda autoridade instituída e caluniam os seres celestiais.
(…)
Apesar disso, esses tais, levianamente, difamam tudo o que não compreendem;
e se corrompem até nas atitudes mais simples que aprendem por instinto,
como animais irracionais, se corrompem.
Ai deles!
Porquanto trilharam o caminho de Caim,
ávidos pelo lucro se jogaram no erro de Balaão,
e foram tragados pela morte na rebelião de Corá.
(…)
Vós, entretanto, amados, lembrai-vos das palavras anteriormente proferidas pelos apóstolos de nosso Senhor Jesus Cristo, os quais vos alertavam:
“Nos últimos tempos, haverá zombadores que seguirão as suas próprias e ímpias vontades”.
Estes são os que provocam divisões entre vós,
os quais são dominados pelas paixões de suas próprias almas e não têm o Espírito.

(Judas 1: 4 / 7-8 / 10-11 / 17-19- KJA)

Por fim, acho conveniente mencionar que até hoje são discutidos os motivos que poderiam ter feito a mulher de Ló, ignorando a clara instrução, ter olhado para trás: será que ela pensou em buscar alguns pertences… ou avisar alguém?
O fato é que ela foi tornada em estátua (ou coluna) de sal e já foi registrado um novo aviso profético:

Da mesma forma ocorreu nos dias de Ló.
O povo dedicava-se a comer e beber, comprar e vender, plantar e construir.
Todavia, no dia em que Ló abandonou Sodoma, choveu fogo e enxofre do céu e destruiu a todos.
E, acontecerá exatamente assim, no Dia em que o Filho do homem for revelado.
Portanto, naquele Dia, quem estiver sobre a laje, não desça para recolher os bens que estiverem dentro de casa. Semelhantemente, quem estiver no campo, não deve retornar por motivo algum.
Lembrai-vos da esposa de Ló!

(Lucas 17:28-32 – KJA)

Sim, meus queridos influenciadores ávidos por estatísticas, curtidas, seguidores, monetização e coisas como essas: criei a imagem de abertura pensando em vocês e peço que, obedecendo as Escrituras, simplesmente nem pensem em fazer lives, tiquetoques, reels ou qualquer coisa nesse modelo quando o mundo chegar ao final do arco-íris.
Para frente! Só vão e olhem para frente!

Então, ele bradou com poderosa voz:
“Caiu! Caiu a grande Babilônia,
e tornou-se habitação de demônios
e antro de toda espécie de espírito imundo
e esconderijo de toda ave impura e detestável,
porquanto todas as nações beberam do vinho da cólera da sua prostituição.
Os monarcas da terra se prostituíram com ela
e os negociadores da terra se enriqueceram à custa do seu luxo extravagante!”
Então, ouvi uma outra voz dos céus que exclamava:
“Retirai-vos dela, povo meu, para não serdes cúmplices em seus pecados e para não participardes das pragas que a atingirão!”.

(Apocalipse 18:2-4 – KJA)

Obrigado por ter lido até aqui e, claro, eu também preciso de coisas como curtidas, comentários e compartilhamentos… mas de agora já sei que provavelmente estou escrevendo algo para ser lido quando não mais estiver aqui e tudo isso (que desde agora já é gratuito) não tiver mais nenhum valor monetário, então me ajude a divulgar este conteúdo que foi produzido com a principal intenção de colaborar para a edificação do Corpo de Cristo no mundo.
Um link encurtado e de fácil memorização para essa postagem é:

https://cutt.ly/nova_sodoma

Desejando colaborar financeiramente com qualquer valor, minha chave PIX principal é [email protected] e essa imagem é do meu QR code: meu nome é Geovane Ignácio de Souza, o trecho do CPF a aparecer deve ser o “927.157” e a instituição financeira é o Nubank.

Por mais que queira, destaco que não tenho em mim mesmo a menor capacidade de forçar o Pai a te abençoar por causa disso, mas oro a Ele pedindo para que, no tempo correto e na medida multiplicada, retribua a bondade realizada da forma mais adequada: seja através de livramentos ou de diversas bênçãos possíveis.

Parafraseando o apóstolo Paulo em Efésios 6: 23-24: que a graça e a paz sejam conosco, todos os que amam a nosso Senhor Jesus Cristo em sinceridade, hoje e para todo o sempre!

Ficou querendo ver melhor a imagem de abertura?

Por favor, curta e compartilhe
para alcançar mais pessoas!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no tumblr

Receba Avisos de Futuras Postagens em seu Email

OUTROS TEXTOS DO MESMO AUTOR

Leave a comment

PESQUISAR