Skip to content Skip to footer

O Que É A Bíblia Para Você?

POR FAVOR, VERIFIQUE SE HÁ NECESSIDADE DE CONFIRMAR SUA CURTIDA A SEGUIR:

OBRIGADO PELA GENTIL ATENÇÃO!

Enquanto crucifixos e colares de alho, segundo as lendas, seriam fatais contra vampiros, as balas de prata seriam as únicas munições capazes de eliminar lobisomens, mas… qual a utilidade dessas Bíblias que alguns, ditos cristãos, põem, muitas vezes até em um altar específico, abertas — geralmente em Mateus 6 ou nos Salmos 23 ou 91 — em suas casas?

Não foi a pandemia que conseguiu diminuir o volume de vendas da Bíblia sagrada no Brasil e no mundo, pelo contrário: em uma reportagem (em inglês) a rede Fox News registra que houve aumento recorde de até 62% em alguns casos!
Isso nos permite concluir que não é por falta de do livro — papel e tinta — onde podemos encontrar o registro da Palavra de Deus que a impiedade tem crescido na mesma proporção em que o amor esfria.

MISTÉRIOS BÍBLICOS

Por ser uma obra de conteúdo absolutamente exclusivo e incomparável, a Bíblia naturalmente vem atordoando a humanidade ao longo da história, pois expressa a dinâmica de um relacionamento que, diante de algumas passagens, pode ser erroneamente considerado anacrônico.

Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura;
e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.
Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido.
Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo?
Mas nós temos a mente de Cristo.

(1 Coríntios 2:14-16 – ACF)

Quase sempre confundindo a maravilha da inspiração divina com a desgraça da possessão espiritual, a humanidade não consegue deduzir que, apesar dos vários escritores inclusos na compilação, existe um só autor responsável pelo conteúdo disponibilizado.

Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação.
Segundo a sua vontade,
ele nos gerou pela palavra da verdade,
para que fôssemos como primícias das suas criaturas.

(Tiago 1:17-18 – ACF)

Não pela conveniência, nem pela cultura: os verdadeiros filhos de Deus só são gerados pela Palavra da Verdade e outra coisa que muitos não conseguem absorver é que, a despeito de não haver mudança nem sombra de variação NA PERSONALIDADE do Senhor Deus, a forma como trata as criaturas humanas varia de acordo com o desenrolar dos eventos .

Mas a Escritura encerrou tudo debaixo do pecado,
para que a promessa pela fé em Jesus Cristo fosse dada aos crentes.
Mas, antes que a fé viesse, estávamos guardados debaixo da lei,
e encerrados para aquela fé que se havia de manifestar.
De maneira que a lei nos serviu de aio, para nos conduzir a Cristo, para que pela fé fôssemos justificados.
Mas, depois que veio a fé, já não estamos debaixo de aio.

(Gálatas 3:22-25 – ACF)

Realmente a explicação para a sanha de engessar a fé sob os termos e a ritualística judaica só encontra explicação na ganância por poder ou nos ciúmes pela inclusão dos gentios no acesso à salvação, porém tal já falamos disso aqui e, mantendo o foco na estritamente na Bíblia, devemos reconhecer que é o único livro escrito para apresentar — mesmo que através de símbolos — registros verídicos de inevitáveis eventos futuros.

Eu sou o Alfa e o Ômega,
o princípio e o fim,
diz o Senhor, que é, e que era, e que há de vir,
o Todo-Poderoso.

(Apocalipse 1:8 – ACF)

Essa não é uma frase com linguagem simbólica: simplesmente Deus nunca esteve limitado pelo tempo e nossa mente não é capaz de conceber uma entidade que estava, está e estará presente na realidade como um joalheiro a observar — de um só olhar e sem a menor possibilidade de surpresa — o cristal contendo cada minúsculo detalhe de toda a história da Criação em suas mãos.
Toda essa introdução inclui diversos temas anteriormente abordados e, a partir de agora, vamos tentar compreender

“BÍBLIA FRACA”

O livro chamado Bíblia — com toda sua tinta, papel e quaisquer adicionais imagináveis — não pode impedir que ninguém o rasgue, amasse, incinere, use suas folhas como papel higiênico ou até para enrolar drogas…porém, sendo o único e legítimo canal de expressão divina, até essa “fraqueza” tem a utilidade de revelar os que odeiam a ponto de expressar sua franca rebelião contra o Criador ao vilipendiar da obra que pode transmitir Sua Palavra.

Por outro lado, há muitos que buscam exemplares acrescidos das mais caras e diversas preciosidades com intenção de que sejam emoldurados, intocáveis, para exposição em estantes e altares… e isso — a despeito da reverente aparência de piedade — também acaba não passando da mais pura rebelião contra a mensagem contida nas Escrituras através da idolatria!
Voltando a considerar o alho, que ao menos exala odor, uma Bíblia aberta em algum ponto de casa nem insetos espanta e, tal qual na imagem de abertura, só serve para acumular poeira e sujeira.

OS REAIS PODERES DA BÍBLIA

A impressionante realidade é que o próprio Deus determinou que um tipo de “véu mental” impeça a plena e generalizada compreensão do evangelho, a despeito do grau de instrução dos leitores que se proponham a interpretá-la:

Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem;
mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus.
Porque está escrito:
Destruirei a sabedoria dos sábios,
E aniquilarei a inteligência dos inteligentes.
Onde está o sábio?
Onde está o escriba?
Onde está o inquiridor deste século?
Porventura não tornou Deus louca a sabedoria deste mundo?
Visto como na sabedoria de Deus o mundo não conheceu a Deus pela sua sabedoria, aprouve a Deus salvar os crentes pela loucura da pregação.

(1 Coríntios 1:18-21 – ACF)

Palavra da cruz, Palavra de Deus, Escrituras, Revelação, Letra, Evangelho, Palavra da Verdade ou, simplesmente, A Verdade: todas essas referências podem ser utilizadas como sinônimos para a Bíblia e isto nos mostra que estamos diante de uma obra tão poderosa que nela própria consta a seguinte informação:

Disse-lhe Jesus:
Eu sou o caminho, e a verdade e a vida;
ninguém vem ao Pai, senão por mim.

(João 14:6 – ACF)

Pode ser difícil compreender uma afirmação tão complexa que, além de destruir qualquer possibilidade de ecumenismo, associa Cristo e a própria essência da fé genuína ao conteúdo de um único livro e, para confirmação e esclarecimento, logo foi reapresentada, através de outros termos, pelo apóstolo Paulo:

De sorte que a fé é pelo ouvir,
e o ouvir pela palavra de Deus.

(Romanos 10:17 – ACF)

De fato, essa é uma afirmação que vai causar assombro e grande desgosto, mas qualquer um — a despeito das boas obras que possa apresentar — que se afirme cristão e não tenha sido GERADO PELA PALAVRA DA VERDADE ou cuja suposta fé não tenha estrita origem na PALAVRA DE DEUS vive uma fraude… muitas vezes até para si mesmo!

SPOILERS

É óbvio que também senti aflição ao testemunhar as empresas eclesiásticas arreganhando as portas e se desvencilhando das restrições indissociáveis da Igreja, Corpo de Cristo, e seu caminho estreito: meus estudos sobre os absurdos promovidos por Rick Warren ou a desnecessária inserção de danças no que deveria ser o culto racional ou ainda o engano diabólico dos que são escravizados pela falsa batalha espiritual… está tudo registrado e tenho certeza de que fui testemunha da consolidação do que é chamado pelas Escrituras de “Apostasia“.

Hoje consigo ter maturidade para lidar e tentar apresentar esse tipo de informação, pois sei que apenas poderá ser compreendida aos que estão destinados a isso: a despeito da cessação de algo que possa estar nos beneficiando ou da contrariedade de nossas vontades, as profecias bíblicas têm que se cumprir exatamente da forma que estão registradas.
Isso porque elas não são possibilidades, mas apenas informações que o Senhor Deus nos forneceu porque ELE JÁ ESTEVE LÁ, JÁ TESTOU TODAS AS ALTERNATIVAS e JÁ DETERMINOU A EXISTÊNCIA DAQUELE EVENTO!

Da mesma forma que no Antigo Testamento constavam com exatidão profecias sobre a vinda, vida e morte do Senhor Jesus Cristo, os apóstolos nos entregaram vislumbres não de uma agenda a ser cumprida, mas de registros do próprio diário — relatos de fatos já ocorridos e, portanto, inevitáveis — pela perspectiva de Deus.

A mente humana tem a capacidade de emular sensações enquanto lê ou escuta sobre algum episódio: mesmo não crendo, somos levados pela imaginação a “viver” quando, por exemplo, assistimos um filme de terror, de ação… ou escutamos sobre os cataclismos relatados no livro de Apocalipse: se alguma dessas cenas se repetir diante de nossos olhos, a primeira sensação possivelmente será o “déjà vu“, seguida, de acordo com fatores da personalidade, por descrença ou pânico.

Parece um tipo de “consciência coletiva
capaz de utilizar indivíduos aleatórios…

Sendo a Bíblia o maior “spoiler” que jamais existiu, muitas pessoas terão sérias dificuldades para crer que estejam realmente alguns dos eventos nela descritos: a personalidade das atuais gerações foi moldada para tentar demonstrar superioridade e tratar tudo o que já possa ter visto de forma irreverente, desrespeitosa e, emulando enfado, tentar mostrar superioridade através de acusações como “plágio” ou “clichê”…

DEBATES BÍBLICOS

Certa vez Eliseo Soriano, ao ler meu antigo site, enviou convite para um debate bíblico e, por ser ele uma figura conhecida por conta do programa que apresentava na TV, houve uma certa comoção das pessoas a meu redor, na expectativa de que eu fosse ao auditório daquele homem para confrontar alguns dos enganos que promovia.
Orei sobre isso por algum tempo e a lembrança do que Cristo disse aos discípulos veio até minha memória:

Acautelai-vos, porém, dos homens;
porque eles vos entregarão aos sinédrios, e vos açoitarão nas suas sinagogas;
E sereis até conduzidos à presença dos governadores, e dos reis, por causa de mim, para lhes servir de testemunho a eles, e aos gentios.
Mas, quando vos entregarem, não vos dê cuidado como, ou o que haveis de falar, porque naquela mesma hora vos será ministrado o que haveis de dizer.
Porque não sois vós quem falará, mas o Espírito de vosso Pai é que fala em vós.

(Mateus 10:17-20 – ACF)

Ora, se eu não estava sendo entregue, amarrado e obrigado a participar de um espetáculo promovido por aquela seita, por que deveria sair de casa para, cercado de armadilhas psicológicas, ir debater com urgência sobre um livro que está disponível desde antes do Brasil ser descoberto?
Eu não sou apóstolo!

Porque tenho para mim, que Deus a nós, apóstolos, nos pôs por últimos, como condenados à morte;
pois somos feitos espetáculo ao mundo, aos anjos, e aos homens.

(1 Coríntios 4:9 – ACF)
Sou levado a crer que não é exatamente por edificação espiritual que o público busca esses debates, mas, como num “Faroeste Caboclo” (ou “Cabíblico”), o interesse é ver um “duelo ao por do sol” onde ao menos um dos participantes estará ávido por ser visto como algum tipo de “herói da fé” cuja interpretação irá revolucionar alguma coisa da Palavra de Deus… o nome disso é VAIDADE!
Faroeste “Cabíblico”

Onde houver um cadáver, aí se reunirão os abutres.

(Mateus 24:28 – KJA)

Satanás, ao tentar o Senhor Jesus Cristo, usou de sagacidade para deturpar trechos das Escrituras e nada impede que seus servos lancem mão dessa mesma manobra e, com um pouco de carisma pessoal e frases de efeito, consigam facilmente conquistar a opinião da plateia presente.
Enquanto não obrigatórias, creio que qualquer debate bíblico possa ser realizado com toda paciência e oportunidades para consulta e fundamentação.

Declinei do convite e, garantindo que seria publicada, pedi a suposta refutação da questão que havia chamado sua atenção por escrito. Fiquei aguardando… por dias, meses… anos! Infelizmente ele morreu sem me responder.

NEGAÇÃO

Uma das características mais evidentes da apostasia — palavra que significa “afastamento da fé genuína” — é justamente a incapacidade de se conformar diante do que está determinado e gentilmente revelado — com antecedência maior que mil anos — por Deus.
Observando as profecias, uma vez iniciada, a Apostasia não tem fim, piorando até emendar com o “princípio das dores”… não tem alívio e, pelo contrário, o sofrimento só intensifica até se tornar na tribulação.

Deus tanto não escondeu as profecias de ninguém quanto, uma vez iniciada a sequência, não apresentou alternativas ou possibilidades de cancelamento: podemos supor que, diante desse quadro, caberia aos cristãos anunciar ao mundo a proximidade e rigorosidade do dia do juízo, mas… o que temos visto?

Enquanto muitos doutores da concupiscência mergulham nas ondas politicamente corretas para inaugurar empresas eclesiásticas inclusivas — especializadas em coçar comichões em órgãos bem mais inóspitos e malcheirosos que os ouvidos de seu público pagante — cristãos bíblicos nem sequer podem mais identificar os pecados através de seus próprios nomes!

Enquanto os servos do mal avançam impondo leis que facilitarão o estabelecimento do reinado do anticristo, os que se afirmam crentes em Cristo correm, aparentemente desnorteados, convocando jejuns teatrais que nem chegam perto de promover arrependimento ou, sob pretexto de lutar pela moralidade, organizando marchas políticas e citando “o povo que se chama pelo nome de Deus”…
Soa bonito, aparenta piedade, mas tudo isso só serve para negar a Palavra de Deus, acumulando derrotas simplesmente porque estão querendo tomar para si promessas alheias, feitas especificamente à nação de Israel… incapazes de reconhecer e admitir que o deus de qualquer outra nação, inclusive o Brasil, na realidade nunca foi o Senhor Deus.

Os servos de satanás acabam, involuntariamente, tendo razão ao caçoar chamando boa parte dessa massa de “negacionistas”… não por conta da recusa em se tornar cobaias de um protótipo da marca da besta, mas por, dizendo-se servos, estarem descaradamente ignorando e negando a palavra de seu Senhor.

COMO NOSSOS PAIS…

O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento;
porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim;
e, visto que te esqueceste da lei do teu Deus,
também eu me esquecerei de teus filhos.

(Oseias 4:6 – ACF)

Por favor, não confundam: na passagem acima o Senhor Deus está se referindo especificamente ao “meu povo”, ou seja, aos israelitas, fato reforçado pela referência direta aos seus descendentes.
Pessoalmente chego a sofrer e não suporto mais ver alguns dentre meus contemporâneos cristãos invocando promessas israelitas como se Deus tivesse assumido algum compromisso com outro povo ou nação: ao agir dessa forma eles apenas estão provando que também estão seguindo pelo mesmo caminho apresentado na passagem acima e se apressando para perecer pela falta de conhecimento.

Siga os exemplos de fé, nunca a ritualística!

Se a resistência ao conhecimento da palavra ocorre de forma parecida tanto na Lei quanto na Graça, os pecados também não precisaram evoluir ou mudar para continuar encontrando oportunidades de germinar dentro do que deveria ser o a congregação dos justos: até mesmo muitos dos enganos claramente mencionados nas Escrituras vão encontrando espaço até para inspirar a criação de novas “teologias” e franquias eclesiásticas!

Caros Irmãos,
quanto ao retorno do nosso Senhor Jesus Cristo e à nossa reunião com Ele,
vos suplicamos que não permitais que vosso modo de crer seja influenciado,
nem fiqueis amedrontados por causa de profecia, palavra ou carta atribuídos indevidamente à nossa autoria,
como se o Dia do Senhor já tivesse chegado.
Não vos deixes enganar de forma alguma, por ninguém.
Porquanto, antes daquele Dia virá a apostasia
e, então, será revelado o homem da iniquidade, o filho da perdição.

(2 Tessalonicenses 2:1-3 – KJA)

O ESGOTO DO PECADO

Preteristas, idólatras, rejudaizantes, crentes num “espírito santo” patético que se presta ao papel de ioiô para ficar descendo e subindo sem nunca habitar ou, pior, num deus pilantra e capaz de dar calote no penhor da salvação… são tantas doutrinas espúrias que podemos compará-las a um esgoto pululante de vermes e circulando sob o solo o tempo inteiro.

Enquanto quem está firmado n’A Rocha da verdade simplesmente nem considera sua existência, os que são casas vazias como os porcos gadarenos passam seu tempo fuçando e buscando novidades que possam ser melhores que as trazidas pelo evangelho: quando se deparam com buracos através dos quais o fedor desse esgoto possa passar, simplesmente se encantam!
A despeito da própria Palavra chamar aquilo de imundície, eles praticam todo tipo de manobras — teológicas, linguísticas, sociais, políticas… — para dizer que toda a história do cristianismo foi um engano e eles, os “iluminados”, é que serão os novos e verdadeiros canais entre Deus e a humanidade.

A dura verdade é que, a despeito do avanço profético cronológico, não há nem nunca haverá possibilidade de variação na essência do evangelho e aos verdadeiros cristãos cabe o papel de estar sempre alertas:

O engano do pecado é como esgoto, não importando se jorra óbvio e monstruoso de uma cratera imunda ou se flui por um lindo encanamento cravejado de joias preciosas para, cercado de dançarinos e pastoras em transe, ser lançado ao ar como eflúvios de um inclusivo chafariz artístico.

De fato, o esgoto não será eliminado antes do fim e sempre estará espreitando por oportunidades de brotar para contaminar o mundo: tolos são os que pensam que o canal por onde ele jorra, por ser diferente do anterior, terá capacidade de purificar o mal que o caracteriza…
— Olha, irmão: o esgoto está brotando por um cano redondo azul!! Daquela vez que saiu por um cano quadrado amarelo foi ruim, mas tenho certeza absoluta que esse agora é “untado do sinhô” e “bênça pura”!

A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás,
com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira,
E com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem.
E por isso Deus lhes enviará a operação do erro,
para que creiam a mentira;
Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade,
antes tiveram prazer na iniquidade.

(2 Tessalonicenses 2:9-12 – ACF)

CONCLUSÃO

Se mesmo para quem está dentro é difícil discernir os Iscariotes, aos que são do mundo é impossível o discernimento entre os idólatras — capazes de ter um altar para um livro de papel que até evitam tocar — e os verdadeiros cristãos, que esmiúçam seu conteúdo até tê-lo talhado em sua própria essência a ponto de não mais poderem dele se apartar.

Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti.
(…)
Mas o Advogado, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu Nome, esse vos ensinará todas as verdades e vos fará lembrar tudo o que Eu vos disse.

(Salmos 119:11 / João 14:26 – KJA)
Ou você recebe a fé pela Palavra ou nunca terá a verdadeira fé.
Qualquer um que não houver recebido o amor da verdade está destinado a ser enganado, a despeito de seus esforços para emular que recebeu.
Esse é o tipo de coisa que, assim como a personalidade de Deus, simplesmente não vai mudar.

Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que,
se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro;
E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro.

(Apocalipse 22:18-19 – ACF)

Obrigado por ter lido até aqui e, verdadeiramente, preciso de qualquer colaboração que puder me oferecer: comentários, compartilhamentos e reações ajudam a divulgar este conteúdo que foi produzido com intenção de colaborar para a edificação do Corpo de Cristo no mundo.
Um link encurtado e de fácil memorização para essa postagem é:

https://cutt.ly/bibliolatria

Desejando colaborar financeiramente com qualquer valor, minha chave PIX principal é [email protected] e essa imagem é do meu QR code: meu nome é Geovane Ignácio de Souza, o trecho do CPF a aparecer deve ser o “927.157” e a instituição financeira é o Nubank.

Por mais que queira, destaco que não tenho em mim mesmo a menor capacidade de forçar o Pai a te abençoar por causa disso, mas oro a Ele pedindo para que, no tempo correto e na medida multiplicada, retribua a bondade realizada da forma mais adequada: seja através de livramentos ou de diversas bênçãos possíveis.

Parafraseando o apóstolo Paulo em Efésios 6: 23-24: que a graça e a paz sejam conosco, todos os que amam a nosso Senhor Jesus Cristo em sinceridade, hoje e para todo o sempre!

Ficou querendo ver melhor a imagem de abertura?

Por favor, curta e compartilhe
para alcançar mais pessoas!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no tumblr

Notificação De Postagens Por E-mail

Em 04 de outubro de 2021 algumas das maiores redes sociais passaram horas desligadas.
Há rumores de que um “GRANDE APAGÃO” será sucedido por OPRESSIVO CONTROLE SOCIAL virtual.
Não posso prever o real impacto, mas, caso seja possível, continuarei estudando e publicando sobre as Escrituras: inscreva-se para, a partir da próxima, receber notificação em seu e-mail a cada nova publicação n’O Pior Evangelho.

(CASO NECESSÁRIO, OPORTUNAMENTE SERÁ ENVIADO CONTEÚDO INTEGRAL)

OUTROS TEXTOS DO MESMO AUTOR

Inscrição
Notificação de
0 Comentários
Respostas inline
Ver todos os comentários

PESQUISAR

0
O que está achando? Por favor, comente!x