Skip to content Skip to footer

Poder Absoluto

"Final Dos Tempos" Pode Ser Literal!

Aquele que detém o poder absoluto sabe que eu nunca quero correr o risco de deturpar Sua Palavra e, ao estudá-la, sempre registro as ferramentas que utilizo para tentar chegar a algum entendimento: na passagem a seguir, por exemplo, ousei substituir a expressão “a terra” por “o universo”, uma vez que no período seguinte já constava o termo “o mundo”.

Ele fez o universo com o seu poder;
Ele estabeleceu o mundo com a sua sabedoria,
e com a sua inteligência estendeu os céus.

(Jeremias 10:12)

Essa construção me satisfez pelo sentido de ordem, pela citação dos elementos numa sequência de continência — céu físico ESTÁ CONTIDO mundo ESTÁ CONTIDO universo — e por permitir um verdadeiro dimensionamento do “Haja luz” no ato consciente e ordenado que foi o momento da criação.
Me permitam tomar a liberdade de utilizar o mesmo recurso — substituir “a terra” por “o universo” — na passagem a seguir:

Onde estavas tu, quando Eu lançava os alicerces do universo?
Conta-me, se é que tens verdadeiro entendimento?
Quem determinou os limites das dimensões do universo?
Talvez tenhas essa resposta!
Ou quem estendeu sobre a face do universo o cordel, a linha de medir?
E quanto aos seus fundamentos, sobre o que foram assentados?
E quem colocou a angular, a pedra fundamental, enquanto os luzeiros matutinos, como a Alva, juntos cantavam e todos os anjos, filhos de Deus, bradavam de júbilo?

(Jó 38:4-7)

Acho espetacularmente bela a consonância dessa passagem com o Salmo onde é mencionada a origem dos espíritos, mas — desconsiderando completamente e até convidando a se retirar os que não têm fé para crer — será que você tem raciocinado de forma a restringir o poder do Criador apenas aos limites desse mundo?

Me permitam citar uma das formulações elaboradas pelo escritor britânico de ficção científica Arthur C. Clarke

Qualquer tecnologia suficientemente avançada é indistinguível da magia.

Terceira Lei de Clarke

Se em 1980 nos fosse apresentado um smartphone totalmente funcional, provavelmente iríamos compará-lo a algum tipo fantástico de TV; se fizéssemos o mesmo em 1880, o equipamento já se tornaria quase inexplicável, pois o telefone havia sido descoberto em 1875 e, longe de ser popular, ainda era pouquíssimo conhecido… em 1580 um smartphone certamente condenaria seu portador a alguma das fogueiras da inquisição.
Da mesma forma, mencionar o conceito de “universo” antes de Cristo seria uma absoluta impropriedade e a humanidade, no decorrer da história e totalmente sem referência para alguns conceitos temporalmente inexplicáveis, passou a tratar certos elementos e aspectos da criação como lendas, fábulas, contos de fada, histórias de fantasia, ficção… coisas criadas pela mente e passíveis de zombaria.

A PREDETERMINAÇÃO DO LIVRE-ARBÍTRIO

Se lembra do videocassete e do que acontecia quando rebobinávamos um filme para rever alguma cena?
O tempo ia para frente.
E se avançarmos as cenas mais rapidamente para conhecer logo o final?
Continuamos gastando tempo.

Buscando por algum outro salvador, Doutor Estranho?
BUSCANDO ALGUM OUTRO SALVADOR, DOUTOR?

Não há muito tempo que as telas de cinema apresentaram uma cena onde o personagem “Doutor Estranho” usava a “joia do tempo” para escrutinar perspectivas de algum futuro onde o vilão Thanos, que personificava a morte, fosse derrotado: o herói gastou algum tempo até conseguir encontrar uma única linha de ação dentre as mais de 14.000.000 vividas por ele durante aqueles momentos em que esteve sendo protegido a duras penas pelos outros heróis.
Foi uma aventura eletrizante, mas eu sou Teóphilo e tenho o péssimo hábito de ficar digerindo detalhes por mais tempo do que se dedicam a isso as outras pessoas…

Já abordei esse tema ao publicar o estudo chamado Cronologia, mas o fato é que, ao criar o universo, Deus estabeleceu alguns decretos — físicos e orgânicos — bastante característicos, porém o mais rígido dentre todos eles é o FLUXO TEMPORAL.
Em raríssimas oportunidades o Senhor promoveu a quebra de alguns desses decretos para permitir que a humanidade conhecesse a extensão de seu poder e a esses episódios — podemos falar mais especificamente sobre isso no futuro, caso surjam solicitações — deu-se o nome de MILAGRES, mas o fluxo temporal… esse faz parte da restritíssima lista das coisas que o Senhor Deus se limitou a fazer, ao menos enquanto existir essa realidade física criada a partir do “haja luz”.

Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo,
o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo;
Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo,
para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor.

(Efésios 1:3-4)

Fato: nada impede que Deus, antes da fundação do universo e QUANDO O PRÓPRIO TEMPO (que pertence a Ele) AINDA NÃO EXISTIA, tenha se proposto a percorrer todos os trilhões de linhas existenciais possíveis, do início ao fim, testando cada variação imaginável ou não: organismos de silício, vida subaquática, você não nascendo, nascendo com o sexo oposto, sendo rico, sendo miserável, sendo surdo, passando pelo martírio, dizendo “sim” e “não” diante de determinada situação, todas as interações entre indivíduos, todas as condições ambientais… Ele testou e esgotou absolutamente todas as possibilidades sem gastar nem um segundo para isso!

O SENHOR fez todas as coisas para atender aos seus próprios desígnios,
até o ímpio para o dia do mal.

(Provérbios 16:4)

Isso me permitiu ter uma compreensão da qual nunca ouvi ninguém falando e, podem me chamar de louco, estou aqui destacando alguns pontos:

  • Ele é onipresente porque nesse exato momento está ao lado de cada um de nós;
  • Você até tem o livre-arbítrio, mas nenhuma das decisões que tomar será capaz de surpreendê-lO, pois Ele já sabe cada consequência possível do “sim”, do “não” ou de qualquer estupidez que você inventar achando que pode ganhar uma “estrelinha” por exclusividade;
  • Por isso Ele é onisciente, pois ao mesmo tempo que está, também já esteve e sabe exatamente cada uma das próximas situações pelas quais vamos passar… até a consumação dos séculos;
  • Ele conhece seus filhos, até os que, mesmo vivendo em absoluto pecado e depravação, em algum momento terão o mais completo arrependimento em seus corações;
  • Da mesma forma Ele não se engana com os condenados: tanto os que, a despeito de todas as oportunidades, nunca crerão, assim como os que, mesmo sendo excelentes atores, nunca receberam ou receberão Cristo em seus corações, independente do que professem os seus lábios;
  • Todo aquele que crê em Cristo recebe o “bônus” do Espírito Santo e, sendo sensível ao seu gentil mover, pode aproveitar as discretas “dicas” que ele oferece… até o dia em que será retirado;
  • Permitindo livramentos e conhecendo cada uma de suas consequências, o Senhor já sabe todas as circunstâncias e o exato momento em que sua vida orgânica chegará ao fim, assim como todas as consequências disso;
  • Não existe “multiverso” nem “realidade paralela”, pois o próprio Senhor Deus decretou a existência singular, contínua e irreversível dessa linha de tempo;
  • Como no filme, em todos os zilhões de linhas possíveis… apenas uma conduzia à redenção e à vida eterna: aquela onde Ele se fez carne, restringiu da plenitude de Seu poder (inclusive do acesso irrestrito ao fluxo temporal, contando apenas com o que pôde lembrar com sua mente humana — e por isso Ele sempre sabia para onde deveria ir, como abordar, o que fazer…) e, sem cometer pecado, foi tornado no sacrifício único e definitivo que garantiu o acesso à salvação eterna a qualquer um que verdadeiramente crer.
Será que essa lista é suficiente para explicar porque não perco tempo debatendo entre livre arbítrio e predestinação?

Sinceramente creio que esse embate, muitas vezes aguerrido, entre calvinistas e arminianos foi plantado por Satanás apenas para criar condições onde alguns se envaidecem e outros se amarguram… sem necessidade, pois, não cabendo exibição sensacionalista dos frutos do Espírito, SÓ O SENHOR SABE DIFERENCIAR ENTRE ATORES E OS QUE REALMENTE SÃO DELE!

Aquele que crê no Filho tem a vida eterna;
mas aquele que não crê no Filho não verá a vida,
mas a ira de Deus sobre ele permanece.

(João 3:36)

PUBLIQUEI SPOILER COM DEZ ANOS DE ANTECEDÊNCIA?

Em relação ao filme, creio não ser mais segredo que o “único final possível” visto pelo Doutor Estranho era um onde Tony Stark, o Homem de Ferro — e não o Senhor Jesus Cristo — se sacrificaria para salvar o universo.
Enquanto escrevia essa postagem me lembrei de um artigo — Quem É Seu Herói? — com vídeo que postei em 2010 e peço que conheçam e avaliem minhas palavras registradas desde aquela época:

Há dez anos fiz a associação da personalidade de Tony Stark com as características do anticristo e hoje, por acaso, me deparei com essa publicação de fevereiro do ano passado:

Desde 2010 Teóphilo estava certo…

MARVEL COMICS CASUALMENTE REVELA
QUE HOMEM DE FERRO É O ANTICRISTO

Na atual série dos Vingadores Tony Stark foi visto embarcando em uma aventura no tempo, tentando desvendar o mistério de um capacete de Homem de Ferro que parece ter milhares de anos. Em Vingadores # 31, Stark encontrou Mephisto, o equivalente da Marvel Comics ao próprio Diabo, que revelou que o pai de Stark, Howard, fez um pacto com ele anos atrás.
Ele prometeu a Mephisto que assim que se tornasse o ser humano mais inteligente da Terra, ofertaria seu filho primogênito.

Para ler a íntegra da publicação (em inglês) é só clicar aqui.


Enfim, é óbvio que um personagem de quadrinhos não pode ser o anticristo do mundo real, porém parece que desde 1963 vem sendo construído para representar tal papel.
Já o bispo que acusei em 2010 tanto é real quanto não demonstrou reconhecimento ou arrependimento em momento algum, caracterizando o típico servo de Satanás infiltrado para influenciar as mentes fracas e ainda incapazes de reconhecer a Verdade por si próprias.

Enquanto o multimilionário personagem Tony Stark e o bispo estão cada vez mais ricos, este que vos escreve continua precisando solicitar doações para coisas ridículas como pagar contas de luz e comprar remédios.

Desejando colaborar financeiramente com qualquer valor, minha chave PIX principal é [email protected] e essa imagem é do meu QR code: meu nome é Geovane Ignácio de Souza, o trecho do CPF a aparecer deve ser o “927.157” e a instituição financeira é o Nubank.

Por mais que queira, destaco que não tenho em mim mesmo a menor capacidade de forçar o Pai a te abençoar por causa disso, mas oro a Ele pedindo para que, no tempo correto e na medida multiplicada, retribua a bondade realizada da forma mais adequada: seja através de livramentos ou de diversas bênçãos possíveis.

Obrigado por ter lido até aqui e, verdadeiramente, preciso de qualquer colaboração que puder me oferecer: comentários, compartilhamentos e reações ajudam a divulgar este conteúdo que foi produzido com intenção de colaborar para a edificação do Corpo de Cristo no mundo.
Um link encurtado e de fácil memorização para essa postagem é:

https://cutt.ly/poderabsoluto

Aqui quem escreve é o velho Teóphilo Noturno e prossigo, contra todas as adversidades, tentando alcançar — todas as terças e quintas pela noite — unidades desorientadas (e, quiçá, até as atualmente em poder do inimigo) através dos informes consolidados e atualizados que chamo d’O Pior Evangelho do Mundo.

Parafraseando o apóstolo Paulo em Efésios 6: 23-24: que a graça e a paz sejam conosco, todos os que amam a nosso Senhor Jesus Cristo em sinceridade, hoje e para todo o sempre!

Ficou querendo ver melhor a imagem de abertura?

Por favor, curta e compartilhe
para alcançar mais pessoas!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no tumblr

OUTROS TEXTOS DO MESMO AUTOR

Leave a comment

PESQUISAR