Skip to content Skip to footer

(Re) Apresentação

Há longínquos 15 anos aconteceram diversos fatos que me levaram a deixar de ser mais um dentre os tantos “esquentadores de bancos” das empresas eclesiásticas e, lentamente, decepção após decepção, aprendizado após aprendizado, fui me tornando um dos nomes (pseudônimo na verdade) mais controversos do meio cristão: odiado por muitos, amado por alguns… ali estava o Teóphilo Noturno.

Dentre alguns erros, muitos acertos — que inicialmente foram desdenhados e desqualificados como sendo “teoria da conspiração” — hoje compõem a realidade que somos obrigados a viver, assim como o material que produzi junto aos daquela “onda” serviu de base para o surgimento de alguma coisa boa que às vezes vejo por aí: o crédito nunca foi meu, mas sempre do Inspirador da base de meus estudos.
A duras penas tomei ciência de minha insignificância e impotência em relação aos planos proféticos do Criador, optando por passar anos quieto, apenas observando, verificando, comparando… amadurecendo!

Sabendo que muito do que publiquei ainda está no ar, resolvi, com uma abordagem totalmente diferente da primeira, voltar a escrever, do zero, nesse novo blog: textos mais enxutos e diretos, menos tempo a perder com discussões, menos preocupação em provar alguma coisa e pretensão zero de algum dia estar palestrando em franchisings denominacionais.
Pretendo frequentemente lançar mão de links para os textos antigos e longos, assim como não vou me importar de responder questões cuja resposta pode ser facilmente encontrada pelos mecanismos de pesquisa existentes: isso aqui é a internet e tem que servir pra alguma coisa!!

Outra coisa que vale a pena ser destacada é que não tenho uma denominação bancando minha vida e nem fiquei milionário nesse tempo de silêncio… pelo contrário, em breve até posso contar sobre as adversidades que me sobrevieram para provar minha fé, mas que serviram para me abrir os olhos e tornar ainda mais fiel ao Senhor Deus: todo o conteúdo evangelístico — Evangelho que recebi de graça — sempre será gratuito, mas dessa vez vou aproveitar os recursos digitais e aceitar doações dos leitores, destacando que não tenho em mim mesmo, por mais que queira, a menor capacidade de forçar o Pai a te abençoar por causa disso.
Caso ocorram bênçãos, livramentos, milagres ou fatos parecidos… é totalmente entre Ele e você.

Por fim, para não aparecer nenhum estrupício querendo dar significados esdrúxulos ao meu pseudônimo, vou aproveitar para esclarecer logo que “Teóphilo” vem de duas palavras gregas: “Theos”, que significa “Deus” e “Philos”, que significa “amigo”, ou seja, quero ser um amigo de Deus através da divulgação de sua Palavra!
“Noturno” tem base em I Tessalonicenses  5:2, II Pedro 3:10 e a parábola de Mateus 25, onde se indica que o Senhor virá em um momento de despreparo, de desatenção… na “noite”, que não é nada além desses tempos terríveis em que vivemos.
Por fim, escolhi o “Pior Evangelho” porque o melhor de Deus, ao contrário do que cantam alguns estúpidos alienados, não está mais por vir — já veio, se ofereceu como sacrifício por todos e foi chamado Jesus Cristo! — e daqui para frente, quando Ele retornar, como Rei e juiz, certamente não será irrestritamente bom para quem não O creu nem serviu…

Durma pensando nisso.

Ficou querendo ver melhor a imagem de abertura?

Por favor, curta e compartilhe
para alcançar mais pessoas!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no tumblr

OUTROS TEXTOS DO MESMO AUTOR