O Pior Evangelho Do Mundo

Não Se Desespere: Nós Vamos Falhar!

UMA VISÃO CENTRADA SOBRE A HUMANIDADE, SUA HISTÓRIA E SEU FUTURO

Numa pers­pec­ti­va 100% bíbli­ca, não exis­te refe­rên­cia sobre o retor­no d’O Senhor Jesus Cris­to em con­di­ções pací­fi­cas, com a huma­ni­da­de civi­li­za­da, pací­fi­ca e desen­vol­vi­da, gozan­do de uma estru­tu­ra glo­bal em ple­no e per­fei­to fun­ci­o­na­men­to… a pro­fe­cia regis­tra­da não pas­sa nem per­to disso!

Por­que vós mes­mos sabeis mui­to bem que o dia do Senhor virá como o ladrão de noi­te;
Pois que, quan­do dis­se­rem: Há paz e segu­ran­ça,

então lhes sobre­vi­rá repen­ti­na des­trui­ção,
como as dores de par­to àque­la que está grá­vi­da,
e de modo nenhum escaparão.

(1 Tes­sa­lo­ni­cen­ses 5:2–3)

Repa­re bem no uso da expres­são “quan­do dis­se­rem”, que, além de con­ter sujei­to inde­ter­mi­na­do (quem dis­se??), apon­ta a pro­pa­la­ção de mais uma men­ti­ra bem nos mol­des de recen­tes dis­cur­sos como “eu paguei a dívi­da exter­na do Bra­sil”, “sou a alma mais pura do Bra­sil”, “a qua­ren­te­na só vai durar até que os hos­pi­tais públi­cos não este­jam sobre­car­re­ga­dos” ou “as urnas ele­trô­ni­cas são 100% con­fiá­veis”…
Se o autor da pas­sa­gem qui­ses­se, de fato, indi­car a con­di­ção está­vel men­ci­o­na­da na pas­sa­gem iria regis­trar “quan­do hou­ver” ou ain­da “quan­do se alcan­çar paz e segu­ran­ça”, mas a obser­va­ção aten­ta leva a outras ques­tões: que pro­ce­di­men­tos serão toma­dos para que se come­cem a fazer tal afir­ma­ção? Que tipo de “paz” será alcan­ça­da… a paz da imo­ra­li­da­de? E a “segu­ran­ça”… quem será excluí­do ou apri­si­o­na­do para que seja atingida?

Tenho acom­pa­nha­do a des­trui­ção moral e algu­mas das mano­bras sór­di­das pro­mo­vi­das pela esquer­da no Bra­sil e no mun­do: erguem ban­dei­ras cla­man­do por paz, tole­rân­cia e liber­da­de, mas essa aura de bon­da­de e pure­za des­va­ne­ce ante a míni­ma discordância!

Eles men­tem, agri­dem (ver­bal e fisi­ca­men­te), se fazem de víti­mas e mani­pu­lam tudo o que esti­ver a seu alcan­ce para implan­tar qual­quer uma e, se pos­sí­vel, todas as suas ide­o­lo­gi­as abso­lu­ta­men­te sór­di­das… mes­mo que genui­na­men­te bem inten­ci­o­na­das, pois há duas carac­te­rís­ti­cas mar­can­tes da humanidade:

  1. O ser huma­no, em sua con­fi­gu­ra­ção bási­ca, se opõe natu­ral­men­te a Deus. Não há sequer um que seja bom!
  2. Mes­mo conhe­cen­do Deus, é da natu­re­za huma­na o ato de desa­fi­ar os limi­tes, estar des­con­ten­te com o que tem… por melhor que seja!

Des­sa for­ma, mes­mo os cora­ções mais bem inten­ci­o­na­dos, quan­do encon­tram con­di­ções ide­ais — tem­po, ali­men­to, saú­de… — para desen­vol­ver algu­ma coi­sa que ima­gi­nam ser “nova”, aca­bam sen­do ape­nas capa­zes de cri­ar (ou redes­co­brir) for­mas de impreg­nar com imo­ra­li­da­de e imun­dí­cie o mun­do em que vivemos!

Por­que eu sei que em mim, isto é, na minha car­ne, não habi­ta bem algum;
e com efei­to o que­rer está em mim, mas não con­si­go rea­li­zar o bem.
Por­que não faço o bem que que­ro, mas o mal que não que­ro esse faço.
Ora, se eu faço o que não que­ro, já o não faço eu, mas o peca­do que habi­ta em mim.

(Roma­nos 7:18–20)

Por toda a exten­são da Bíblia nin­guém é for­ça­do a com­par­ti­lhar nada, pois a gran­de lição é sobre a cari­da­de espon­tâ­nea e amo­ro­sa… nun­ca pela for­ça da lei esta­tal como ide­a­li­za­do nos regi­mes como o comu­nis­mo e o soci­a­lis­mo, onde impe­ra a medi­da rasa para (qua­se) todos em nome da “igual­da­de”.
Fora, no pro­ces­so de implan­ta­ção, o fler­te pro­te­tor com padrões morais abje­tos, onde é pro­cla­ma­das “tole­rân­cia” e “acei­ta­ção” aos pra­ti­can­tes de imun­dí­ci­es ino­mi­ná­veis, cujas opções pela degra­da­ção moral são com­pa­ra­das à invo­lun­tá­ria cor da pele com que se nas­ce (e notem que esse amor todo só vai até o esta­be­le­ci­men­to ple­no do gover­no: após isso podem optar por agir como a “reli­gião da paz” ou o pes­so­al de Cuba…).

Venho denun­ci­an­do o que seri­am “dis­túr­bi­os de cog­ni­ção” seme­lhan­tes, se não pio­res, a esses por mais de dez anos e, infe­liz­men­te, há pou­co que, em nos­sa res­tri­ção huma­na, pos­sa­mos fazer: se há mui­tos mem­bros de empre­sas ecle­siás­ti­cas cla­ra­men­te emo­ci­o­nal e inte­lec­tu­al­men­te pos­ses­sos, mais deplo­rá­veis e alar­man­tes ain­da são as con­di­ções des­sa gen­te que inten­sa­men­te se opõe a qual­quer coi­sa que se rela­ci­o­ne ao Senhor Deus!
Tenha sem­pre em men­te que a pala­vra “deus” é ape­nas um desig­na­ti­vo de fun­ção e, depen­den­do de quem a pro­nun­cie, pode ser des­de uma refe­rên­cia ao pró­prio umbi­go até a indi­ca­ção ao pró­prio satanás!

E é des­sa for­ma, numa mili­tân­cia inten­sa e se uni­fi­can­do, que os defen­so­res das mácu­las estão cres­cen­do e se mul­ti­pli­can­do, alcan­çan­do car­gos polí­ti­cos, mudan­do leis, arre­ba­nhan­do e dou­tri­nan­do nas esco­las em nome de um supos­to “bem comum” para toda a huma­ni­da­de.
Até pen­sei em acres­cen­tar “se fazen­do de víti­mas” — coi­sa em que são espe­ci­a­lis­tas — à lis­ta aci­ma, mas, infe­liz­men­te e para a ver­go­nha de quem aspi­ra ao bem mai­or: se sem que nada acon­te­ça esses seres sabem ganir e ganhar aten­ção, ain­da mais estar­da­lha­ço farão se encon­tra­rem jus­ti­fi­ca­ção em suas denún­ci­as… e é isso que os “bons” que­rem e podem estar pron­tos a fazer.

A DIREITA

E os teus ouvi­dos ouvi­rão a pala­vra do que está por detrás de ti, dizen­do: Este é o cami­nho, andai nele, sem vos des­vi­ar­des nem para a direi­ta nem para a esquerda.

(Isaías 30:21)

Minha pétrea con­vic­ção cris­tã não me impe­de de ser poli­ti­ca­men­te anar­quis­ta, ou, expli­can­do melhor, o conhe­ci­men­to da Bíblia me ensi­nou a não depo­si­tar fé ou espe­ran­ça em homem algum: detes­to inten­sa­men­te o degra­da­ção ace­le­ra­da impos­ta à huma­ni­da­de pela ide­o­lo­gia de esquer­da, porém tenho gran­de receio das medi­das extre­mas que podem ser toma­das por alguns bem inten­ci­o­na­dos líde­res de direita!

Assim diz o Senhor: Mal­di­to o homem que con­fia no homem, e faz da car­ne o seu bra­ço, e apar­ta o seu cora­ção do Senhor!

(Jere­mi­as 17:5)

Ape­sar de mui­tos esta­rem se entre­gan­do com entu­si­as­mo às dou­tri­nas de demô­ni­os (e até que­ren­do tor­nar seu cor­po huma­no em aber­ra­ções que reme­tam a eles), ain­da há gran­de, tal­vez a mai­or, par­te de pes­so­as dire­ci­o­na­das a uma estru­tu­ra tra­di­ci­o­nal bibli­ca­men­te fun­da­men­ta­da: não é nem um pou­co des­pre­zí­vel o núme­ro de pes­so­as que lotam as empre­sas ecle­siás­ti­cas com ape­lo cris­tão — evan­gé­li­cas ou cató­li­cas — só por seguir uma tra­di­ção, mes­mo que sequer tenham dedi­ca­do um pou­co de si pró­pri­as — tem­po para lei­tu­ra e raci­o­cí­nio — à base de sua fé, acei­tan­do tudo o que é dito pelos repre­sen­tan­tes das fran­qui­as que são entro­ni­za­dos em seus púl­pi­tos e ele­va­dos à con­di­ção de semi­deu­ses, inques­ti­o­ná­veis e iner­ran­tes… essa é a gen­te cuja exis­tên­cia da fé depen­de de mila­gres e não da Pala­vra, que é a Verdade!

Dis­se-lhe Jesus:
Por­que me vis­te, Tomé, cres­te;
bem-aven­tu­ra­dos os que não viram e creram.

(João 20:29)

De sor­te que a fé é pelo ouvir,
e o ouvir pela pala­vra de Deus.

(Roma­nos 10:17)

A esse cuja vin­da é segun­do a efi­cá­cia de Sata­nás, com todo o poder, e sinais e pro­dí­gi­os de men­ti­ra,
E com todo o enga­no da injus­ti­ça para os que pere­cem, por­que não rece­be­ram o amor da ver­da­de para se sal­va­rem.
E por isso Deus lhes envi­a­rá a ope­ra­ção do erro, para que crei­am a men­ti­ra;
Para que sejam jul­ga­dos todos os que não cre­ram a ver­da­de, antes tive­ram pra­zer na iniquidade.

(2 Tes­sa­lo­ni­cen­ses 2:9–12)

Per­dão pela sequên­cia de pas­sa­gens bíbli­cas, mas a cha­ve para esca­par dos enga­nos é o sim­ples conhe­ci­men­to da Pala­vra de Deus e todos aque­les que se recu­sam a isto — dos que se opõem com vio­lên­cia aos que se sub­me­tem, pela igno­rân­cia, às auto­ri­da­des de um sis­te­ma reli­gi­o­so cor­rup­to — estão pas­sí­veis de sucum­bir à “ope­ra­ção do erro”… e par­te do erro é que­rer for­çar aque­les que não cre­em a fazê-lo!

Mas não entres em ques­tões lou­cas, gene­a­lo­gi­as e con­ten­das, e nos deba­tes acer­ca da lei; por­que são coi­sas inú­teis e vãs.
Ao homem here­ge, depois de uma e outra admo­es­ta­ção, evita‑o,
Saben­do que esse tal está per­ver­ti­do, e peca, estan­do já em si mes­mo condenado.

(Tito 3:9–11)

Infe­liz­men­te a cri­a­ção de leis secu­la­res que impe­çam a ini­qui­da­de de pros­pe­rar, espe­ci­al­men­te se expli­ci­ta­men­te base­a­das nos pre­cei­tos reli­gi­o­sos, só cau­sa ain­da mais revol­ta nos pro­gres­sis­tas “bus­ca­do­res de liber­da­de” que bus­cam um tal “esta­do lai­co” onde, tal qual no con­to “O Muro”, é esque­ci­do que quem não está fir­me­men­te com Deus (e, sim, isso envol­ve dire­ta­men­te o conhe­ci­men­to da Pala­vra por si pró­prio!), já está nas mãos do adversário.

Eu, mes­mo anar­quis­ta, não teria mui­tos pro­ble­mas para me sub­me­ter a um sis­te­ma con­ser­va­dor, porém o povo ver­me­lho não ape­nas iria trans­gre­di-lo, mas fazer ques­tão de inven­tar as for­mas mais absur­das e obs­ce­nas de con­tra­riá-lo! Essa gen­te esdrú­xu­la que dei­xa os pelos do cor­po cres­cen­do enquan­to ras­pa a cabe­ça, acre­di­ta que andar suja de san­gue é algu­ma for­ma de “que­brar o tabu” e vai à pra­ça para pene­trar suas ver­go­nhas com sím­bo­los reli­gi­o­sos (e depois pedem “tole­rân­cia”…) iria inven­tar coi­sas ain­da mais ani­ma­les­cas e demo­nía­cas!
Aliás, só para infor­mar, são prin­ci­pal­men­te esses os “invó­lu­cros laten­tes” para demô­ni­os que, quan­do se mani­fes­ta­rem, irão des­tro­çar com ale­gre sel­va­ge­ria e viva vio­lên­cia os pou­cos que ain­da se san­ti­fi­ca­rão e bus­ca­rão pelo Senhor em espí­ri­to e em Verdade.

E abriu a sua boca em blas­fê­mi­as con­tra Deus,
para blas­fe­mar do seu nome, e do seu taber­ná­cu­lo, e dos que habi­tam no céu.
E foi-lhe per­mi­ti­do fazer guer­ra aos san­tos, e ven­cê-los;

e deu-se-lhe poder sobre toda a tri­bo, e lín­gua, e nação.

(Apo­ca­lip­se 13:6–7)

Não pos­so dei­xar de regis­trar que, infe­liz­men­te, qual­quer líder que ten­te pro­mo­ver algum retro­ces­so nes­sa degra­da­ção só irá aca­bar ace­le­ran­do o pro­ces­so… é como ten­tar con­ter o vaza­men­to de uma repre­sa usan­do um dedal: os limi­tes, meus caros, já foram remo­vi­dos… e, nes­ta ter­ra, nun­ca mais voltarão!

Não remo­vas os anti­gos limi­tes que teus pais fize­ram. (Pro­vér­bi­os 22:28)

IMPRESTÁVEIS

Enfim, sin­to infor­mar a quem não havia per­ce­bi­do, mas a fun­ção do ser huma­no — e pare­ce que de toda a maté­ria — é FALHAR: nada é eter­no, pois até o con­cre­to mais duro vai rachar e o metal mais resis­ten­te… oxi­dar!
Os cor­pos — mes­mo os mais bem cui­da­dos, se ali­men­tan­do da melhor for­ma e gozan­do das melho­res con­di­ções ambi­en­tais — não foram fei­tos para supe­rar o tem­po: se não por aci­den­te e nem pela doen­ça, os pró­pri­os órgãos irão falir pela decre­pi­tu­de.
As vir­tu­des dos céus já foram aba­la­das!
Aliás, tudo o que a huma­ni­da­de até hoje pos­sa ter cri­a­do na inten­ção de atin­gir a eter­ni­da­de… falhou miseravelmente!

Da mes­ma for­ma, quan­do ten­ta­mos assu­mir as réde­as do mun­do espi­ri­tu­al esta­mos des­ti­na­dos a falhar e, pelo incon­tá­vel núme­ro de reli­giões e deno­mi­na­ções que exis­te, não fal­ta­ram tentativas.

Dis­se-lhe Jesus: Eu sou O cami­nho, e A ver­da­de e A vida;
nin­guém VEM ao Pai, SENÃO POR MIM.

(João 14:6)

De todas os milha­res e milha­res de “cami­nhos espi­ri­tu­ais” que pos­sam ter exis­ti­do e ain­da exis­tam, sin­to infor­mar que ape­nas um teve a cora­gem de assu­mir em si pró­prio essa res­pon­sa­bi­li­da­de:
Ele, “A Ver­da­de”, dis­se que fazer o bem é bom, mas de nada isso impor­ta na sal­va­ção;
Ele men­ci­o­na os que o ado­ram, mas que isso seja neces­sa­ri­a­men­te “em espí­ri­to e em Ver­da­de”;

Enfim, quan­do alguém é alcan­ça­do pela Ver­da­de — já que nin­guém nun­ca a alcan­ça­rá por sua pró­pria von­ta­de — rece­be a mai­or dádi­va de toda a exis­tên­cia e sequer pode se orgu­lhar dis­so, pois não há méri­to pró­prio algum nis­so, mas ape­nas gra­ça… A GRAÇA SOBERANA DE DEUS!

Mas, a todos quan­tos o rece­be­ram, deu-lhes o poder de serem fei­tos filhos de Deus,
aos que cre­em no seu nome; 
Os quais não nas­ce­ram do san­gue, nem da von­ta­de da car­ne, nem da von­ta­de do homem, mas de Deus.

(João 1:12–13)

Enfim, dian­te des­ses dias hor­ro­ro­sos e cada vez pio­res, deci­di redi­gir estas linhas não ape­nas na inten­ção de con­ca­te­nar infor­ma­ções bíbli­cas e fatos que tes­te­mu­nho, mas numa ten­ta­ti­va de tran­qui­li­zar, a mim e a quem pos­sa estar len­do, saben­do que deve­mos pros­se­guir fazen­do o nos­so melhor a cada dia, sem esmo­re­cer e, prin­ci­pal­men­te, sem nos deses­pe­rar, pois tudo isso é cum­pri­men­to pro­fé­ti­co e, no final, tudo (mate­ri­al) vai aca­bar dan­do erra­do mes­mo, pois só então — no espí­ri­to e pela Gra­ça — tudo irá ser corrigido.

Por­que have­rá então gran­de afli­ção,
como nun­ca hou­ve des­de o prin­cí­pio do mun­do até ago­ra,
nem tam­pou­co há de haver.
E, se aque­les dias não fos­sem abre­vi­a­dos, nenhu­ma car­ne se sal­va­ria;

mas por cau­sa dos esco­lhi­dos serão abre­vi­a­dos aque­les dias.

(Mateus 24:21–22)

Dian­te dis­so, até fico con­ten­te ao per­ce­ber que me cus­tou qua­se um dia para escre­ver esse sim­ples tex­to que, há dez anos, escre­ve­ria em uma sim­ples manhã: naque­la épo­ca eu pen­sa­va que iria con­ven­cer o mun­do e me envol­via em deba­tes acir­ra­dos… hoje, can­sa­do de ter de repe­tir as mes­mas coi­sas aos pre­gui­ço­sos inca­pa­zes sequer de rea­li­zar uma bus­ca no Goo­gle, já sei que não tenho poder algum e nem estou dis­pos­to a deba­ter com pos­sí­veis dis­cor­dan­tes, ape­nas regis­tro por­que foi o momen­to para tal.

Aqui quem escre­ve é o velho Teóphi­lo Notur­no e pros­si­go, sem­pre gra­tui­ta­men­te e con­tra todas as adver­si­da­des, ofe­re­cen­do O Pior Evan­ge­lho do Mun­do.
Sin­ce­ra­men­te espe­ro que esse tex­to tenha pro­mo­vi­do refle­xão e sido útil para sua edi­fi­ca­ção: sem­pre bus­co estri­ta e sóli­da base bíbli­ca, não sen­do vin­cu­la­do nem rece­ben­do fun­dos de nenhu­ma fran­quia de empre­sas ecle­siás­ti­cas ou empre­ja em par­ti­cu­lar.
O Senhor per­mi­tiu que a sur­dez me tocas­se em 2018 e, a des­pei­to de meus esfor­ços pes­so­ais, eu e minha famí­lia temos pas­sa­do por séri­as difi­cul­da­des finan­cei­ras, espe­ci­al­men­te des­de que minha mãe fale­ceu: por isso não me enver­go­nho de pedir seu auxí­lio não ape­nas para cus­te­ar domí­nio e hos­pe­da­gem, mas tal­vez até para con­se­guir suprir algu­mas neces­si­da­des coti­di­a­nas.
NÃO É SUA OBRIGAÇÃO me aju­dar, mas pode ter cer­te­za que sua doa­ção irá pro­por­ci­o­nar recur­sos e tem­po para me dedi­car a esse “minis­té­rio virtual”.

Dese­jan­do cola­bo­rar finan­cei­ra­men­te com qual­quer valor, minha cha­ve PIX prin­ci­pal é [email protected]​gmail.​com e essa ima­gem é do meu QR code: meu nome é Geo­va­ne Igná­cio de Sou­za, o tre­cho do CPF a apa­re­cer deve ser o “927.157″ e a ins­ti­tui­ção finan­cei­ra é o Nubank.

Por mais que quei­ra, des­ta­co que não tenho em mim mes­mo a menor capa­ci­da­de de for­çar o Pai a te aben­ço­ar por cau­sa dis­so, mas oro a Ele pedin­do para que, no tem­po cor­re­to e na medi­da mul­ti­pli­ca­da, retri­bua a bon­da­de rea­li­za­da da for­ma mais ade­qua­da: seja atra­vés de livra­men­tos ou de diver­sas bên­çãos possíveis.

Paz seja com os irmãos, e amor com fé da par­te de Deus Pai e da do Senhor Jesus Cris­to.
A gra­ça seja com todos os que amam a nos­so Senhor Jesus Cris­to em sin­ce­ri­da­de. Amém.

(Efé­si­os 6:23–24)

Obri­ga­do por sua atenção

Me dê uma curtida?
  • 16
    Sha­res
  • 16

Deixe uma resposta

Change Language To: Portuguese English

Creative Commons License
Except where otherwise noted, O Pior Evangelho Online by Teóphilo Noturno is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.